1 de julho de 2015

365' Junho

Tenho saudades de ter um diário. Tive diários desde a primária até ao fim do 9º ano e agora que penso, acho que teria sido super porreiro ter continuado até então não só pela ideia do registo mas por me obrigar a escrever. Sinto-me super desajeitada a escrever, não sei organizar as ideias e acho que teria melhorado imenso se continuasse, da mesma forma que insisti a fotografar. Costumava ''escrever'' prosa, poesia, músicas, banda desenhada - não que fosse boa, mas ao menos não tinha grande medo de arriscar, fazia as coisas sem pensar e pronto, as dúvidas dão cabo duma pessoa não é? Curiosamente, foi também no fim do 9º que deixei de ler avidamente como fazia e desde então que me sinto muito ignorante nesses lados. 
Desde que entrei na faculdade de letras que, como devem calcular, conheci imensa gente virada para as letras e admirava-lhes esse jeito para escrever. Dois desses amigos meus têm um jeitaço do carago, um num lado mais pra ficção, outro num mais introspectivo - um dia falo-vos mais sobre eles. Anyways, como conheço as minhas limitações, nunca me estico muito aqui, mas quando dou um passo maior, vou lhes sempre pedir ajuda, a ver se o texto soa bem, se soa ''à Inês'' e se não tá demasiado coloquial. 
Como continuo a escrever a medo e sem grande vontade para mostrar, fica o meu diário em fotos, o costume. 


Na cozinha lá de casa










o bom do calor é ter peixe assado cá fora





21 comentários:

  1. as fotos estão todas lindas, mas adoro particularmenrte a primeira!

    xoxo

    ResponderEliminar
  2. os diários desajeitados podem-se revelar interessantes! gostei muito das fotos :)

    ResponderEliminar
  3. adoro a última foto. eu tenho cá para mim que escrever é como tudo na vida uma questão de se ir fazendo... quanto mais se escreve mais á vontade se fica com a escrita. Eu sempre escrevi mto e n me lembro de um momento em que tenha deixado de escrever, tal como ler, tb sempre li mto, e pensar em não ter um livro ao qual recorrer é assustador!!! Mas nunca fotografei mto, daí ser uma bela merda nisso eheheehh.
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é mesmo isso, cada vez mais me convenço que esta coisa do talento é só uma semente plantada, o trabalho é que a desenvolve x)

      Eliminar
  4. Estão lindas mas a do passarinho e do rádio <3 mil de amor.
    Eu não sou muito jeitosa com a escrita mas não te acho nada desajeitada. Escreves à tua maneira ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se já parece à minha maneira fico mesmo contente!

      Eliminar
  5. Também sempre tive diários, mas ainda escrevi até ao 12º ano. Não me arrependo de ter parado, foi uma fase da vida que passou e a lembrança está lá debitada tim tim por tim tim :)
    Adorei as fotos!

    http://finddyourway.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olha, bem visto, não dá pra estar sempre a fazer as mesmas coisas pra sempre x)

      Eliminar
  6. eu não sei, mas acho que agora o pessoal já não tem a mesma paciência para ler e, por isso, a escrita sofre. antes lia imenso e escrevia muito, agora nem uma nem outra! por outro lado, aprecio muito estes diários visuais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também acho isso mas quero acreditar que não às vezes :\

      Eliminar
  7. Também me arrependo de ter desistido dos diários e de não conseguir arranjar tempo para ler.

    Fico à espera do diário escrito, mas espero que nunca deixes os fotográficos.:p
    A foto do passarinho é forte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu quero fazer destes diários uma coisa sem fim previsto ^^

      Eliminar
  8. Gostei imenso do post e das fotografias :)

    Um grande beijinho,
    http://thedailydreamergirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Vinha-te apenas avisar que já tinhas resposta ao teu último comentário no meu penultimo post, mas depois de ler isto ...
    eu também tinha diários e fazia tudo isso também. Engraçado que depois de encontrar na faculdade, ao ver como todos eram melhores do que eu, senti-me um tanto desajustada e deixei de escrever como antes. É pena porque tirava uma grande paz e prazer daquilo. Não sei se conheces, My Mad Fat Diary, vi esta série há pouco tempo e fiquei com uma vontade enorme de recomeçar outra vez ... a ver vamos. ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Olá Inês :)
    Gostei muito do post. Também costumava escrever mas nunca os reli. Acho que quando o fizer vai ser uma aprendizagem muito grande. É impressionante como mudamos ao longo do tempo :)

    Um grande beijinho*

    ResponderEliminar
  11. That dead bird, wow. It was touching but beautiful!

    http://coeursdefoxes.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. As fotos estão lindas!! Eu sempre tive diário também, mas nunca terminei um - sempre parava de escrever na metade do segundo semestre, ou antes, e enfeitava as páginas restantes com recortes de revistas :).

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita :)